Home Amazonas Taxistas de Rio Preto e Itacoatiara pedem regularização na Arsam

Com o intuito de organizar e regularizar a operação dos serviços de táxi intermunicipal, uma comitiva formada por associações, sindicatos e cooperativas dos municípios de Itacoatiara e Rio Preto da Eva, liderada pelo presidente da Câmara Municipal de Manaus (CMM), Wilker Barreto, visitou, na tarde desta terça-feira (21/11), a sede da Agência Reguladora dos Serviços Públicos Concedidos do Amazonas (Arsam).

 O diretor–presidente da Arsam, coronel Walter Cruz, recebeu os representantes do Sindicato dos Taxistas de Itacoatiara (Sintaxi), da Cooperativa de Táxis de Itacoatiara (Itataxi) e da Associação dos Taxistas do Rio Preto da Eva (Atarp) e explicou a reforma administrativa realizada em quarenta dias de gestão, na estrutura funcional da agência, que sofreu vários revezes ao longo dos anos, principalmente, no seu quadro de fiscalização.

Na sede da Arsam, localizada na avenida Álvaro Maia, bairro Adrianópolis, Zona Centro-Sul, Walter Cruz afirmou seu compromisso com o serviço público e o respaldo nas ações de fiscalização com base nas legislações federais e estaduais, como a Lei 3.006, já criada pela Arsam, que antecederá com a maior brevidade possível o processo de licitação e está em processo de regulamentação.

 De acordo com Cruz, há décadas todo o sistema de transporte intermunicipal funciona com autorizações precárias, o que permite a inserção do transporte realizado por veículos clandestinos.  Ele também enfatizou a realização de concurso público para efetivar mais fiscais e técnicos no quadro da agência: “A Arsam está se preparando para exercer efetivamente seu papel. Para que haja fiscalização, deve haver organização de quem quer prestar serviços de qualidade, de quem quer cumprir regras para poder exigir direitos”, declarou o diretor-presidente.

 Fiscalização Denúncias formais foram feitas pelos representantes das instituições de táxi, principalmente, quanto ao aumento da demanda de transporte clandestino na Rodoviária Huascar Angelim, zona centro-sul de Manaus. Na próxima semana, ações de fiscalização serão realizadas pela Arsam, em parceria com o Departamento Estadual de Trânsito do Amazonas (Detran) e Polícia Militar do Amazonas. O novo gestor da Arsam garantiu mais uma vez o compromisso do combate ao transporte clandestino.

 Reunião Uma nova reunião em Itacoatiara ficou agendada para o dia 15 de dezembro deste ano. Ficou determinado o prazo de 30 de janeiro para a regularização dos veículos de fretamento, que operam entre os municípios da Região Metropolitana de Manaus (RMM) e até o final de fevereiro de 2018 será concluído o processo de vistoria e aplicação de selo de identificação de táxis intermunicipais regulados pela Arsam

Deixe uma mensagem