Grupo Revelação é confirmado como atração nacional do 33º Fecani

O grupo de pagode que está completando 25 anos de carreira, será a terceira atração do 33º Festival da Canção de Itacoatiara, realizado nos dias 05, 06, 07 e 08 de setembro no Centro de Eventos Vereadora Juracema Holanda em Itacoatiara-AM.

O Grupo Revelação se apresentará no dia 07 (sexta-feira).

Derivado dos sambas de mesa, o estilo da banda favoreceu-se por 20 anos da voz do cantor Xande de Pilares.

O atual vocalista, Davi, substituiu-o em 2015, um ano após Xande sair em carreira solo.

HISTÓRIA

O Grupo Revelação nasceu na cidade do Rio de Janeiro no dia 23 de abril de 1991. O Grupo Revelação deve muito o início de sua carreira para um dos mais ilustres músicos: Victor Stecca, década de 1990, com um pagode de mesa tipicamente carioca que era realizado no Arranco. Com a ajuda de João Carlos Silva Filho, gerente artístico da Rádio FM O Dia, o Revelação alcançou as camadas mais populares dentre os ouvintes do Rio de Janeiro, trilhando o caminho para o sucesso de seu primeiro disco – “Revelação”, de 1999, lançado pela BMG. O disco conta com a participação de alguns dos integrantes do Kiloucura, além de uma regravação de “Zé do Caroço”, canção de Leci Brandão.

O ano de 2002 foi decisivo para o Grupo Revelação. O sexteto carioca trocou de gravadora, passando para a Deckdisc, e lançou o álbum “Ao Vivo no Olimpo”, que, do alto de suas mais de 700 mil cópias, foi o segundo CD mais vendido do ano e o primeiro na categoria pagode. O sucesso que até então era restrito ao Rio de Janeiro, passou a ser nacional e, em 2003, ultrapassou as fronteiras tupiniquins com uma longa turnê pelos Estados Unidos, Japão e Europa, dando início a uma promissora carreira internacional. É diante desta nova realidade que o Grupo Revelação lançou “Novos Tempos”, seu quarto álbum, segundo pela Deckdisc.

Em 2005, seguindo as tendências inovadoras da gravadora, o grupo lança o primeiro DualDisc de samba do Brasil, para comemorar o primeiro milhão de cópias vendias pela Deckdisc. Em 2006 o grupo dá um tempo na sequência de registros ao vivo e retorna a gravação em estúdio, lançando outro CD de grande sucesso, “Velocidade da Luz”. Em 2007 está à venda nas lojas um CD com os maiores sucessos da banda, 100% Revelação. Em 2008, o grupo lançou o CD “Aventureiro”, que já tem várias músicas de sucesso nas rádios, “Aventureiro”, “Medo de Amar” e muitas outras. Com a necessidade de expandir ainda mais a verdadeira essência do samba brasileiro, o Grupo decide em 2009 lançar mais um álbum ao vivo. Desta vez a tarefa é maior, pois a meta é a gravação de um DVD. Vindos de comunidades carentes do Rio de Janeiro, os integrantes não poderiam optar por outro lugar para a gravação que não no morro, por isso, o local escolhido para as gravações foi o Morro da Urca no Rio de Janeiro, o DVD ficou estipulado como Ao Vivo no Morro. A Arena ficou lotada no dia 29 de agosto de 2009 abrilhantando ainda mais esse novo trabalho que estourado no Brasil inteiro, e que teve sua segunda edição, que é a continuação do show do DVD anterior, Ao Vivo no Morro 2, que marca a estreia do grupo na gravadora Universal Music, o que promete fazer com que o grupo conquiste mais ascensão e mais espaço na mídia! No dia 3 de Abril de 2014, alegando vaidades Xande de Pilares anuncia sua saída do grupo. Sendo substituído por Almirzinho, filho do cantor Almir Guineto[5] . No dia 23 de Junho de 2015, no programa “Música Boa Ao Vivo” do canal Multishow, Davi ex-vocalista do grupo Sambaí foi apresentado como mais novo cantor do grupo. Davi e Almirzinho passaram alguns meses cantando juntos. Mas no dia 28 de Setembro de 2015 o Grupo Revelação lançou um comunicado anunciando a saída do cantor Almirzinho que resolveu prosseguir sua carreira solo.

Leave a Comment