Home Esportes Bicampeão estadual como técnico e auxiliar, Igor Cearense deixa o Manaus

O  auxiliar técnico Igor Cearense e a diretoria do Manaus FC se reuniram na tarde desta terça-feira, 14 de agosto, e ficou decidido que o profissional deixará o clube em busca de aperfeiçoamento. A notícia foi divulgada após uma longa conversa entre Igor, o presidente Giovanni Silva, o presidente de honra Luis Mitoso e o gerente de futebol Rodrigo Novaes.

– Só tenho uma palavra nesse momento: gratidão. É um ciclo que se encerra aqui e a partir de agora vou buscar meu crescimento profissional, estudar, aprender, fazer uma reciclagem. Uma das possibilidades é um estágio dentro do Fortaleza, clube onde fui bicampeão cearense como jogador e onde tenho bom relacionamento com a diretoria – disse Igor.

O ex-auxiliar de Aderbal Lana na Série D de 2018 enfatizou que não existe nada formalizado com o Leão e muito menos com o técnico Rogério Ceni, apenas a determinação de aprender mais os segredos da profissão e estudar para continuar subindo os degraus rumo ao sucesso.

Igor Cearense conquistou o título do Amazonense 2018 como treinador do Manaus (Foto: Tácio Melo/Sejel)

Igor Cearense conquistou o título do Amazonense 2018 como treinador do Manaus (Foto: Tácio Melo/Sejel)

Trajetória vitoriosa

Igor Cearense chegou ao Manaus FC no segundo semestre de 2015 a convite do então presidente Luis Mitoso. Ele foi vice-campeão da competição – o Fast ganhou o campeonato. Nas categorias de base do Gavião, o ex-camisa 10 do Flamengo foi campeão amazonense nas categorias Infantil, Juvenil e Júnior.

Igor Cearense se reuniu com a diretoria do clbue (Foto: Romulo Almeida)

Igor Cearense se reuniu com a diretoria do clube (Foto: Rômulo Almeida)

Emocionado, Igor destacou alguns momentos marcantes da sua passagem no profissional do Manaus FC. Ano passado, ele foi campeão como auxiliar de Lana. Este ano, já como técnico substituto de Wladimir Araújo, Igor levou o Gavião do Norte ao bicampeonato estadual com uma goleada por 4 a 0 sobre o Fast.

– Além do título como auxiliar de 2017 e da conquista deste ano como técnico, que considero grandes feitos, fico feliz por ter ajudado a transformar o Hamilton no grande atleta que hoje ele é, um dos maiores do Norte. Ele chegou aqui como zagueiro, volante, e o coloquei no como meia-atacante. Hoje todos sabem quem é o Hamilton – concluiu Igor.

Deixe uma resposta