Home Amazonas Ministério do Trabalho registra mais de 1,7 mil casos de irregularidades no...

As irregularidades trabalhistas no Amazonas resultaram no registro de 1.744 autos de infração de janeiro a novembro deste ano. A falta de pagamento do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) lidera as irregularidades cometidas por empresas no estado. O balanço de infrações trabalhistas é do Ministério do Trabalho e Emprego.

A Secretaria de Inspeção do Trabalho (SIT) do MTE criou o Painel de Informações e Estatísticas da Inspeção do Trabalho no Brasil, que é uma ferramenta de consulta pública aos resultados consolidados da inspeção do trabalho no Brasil. Até a primeira quinzena de novembro foram registrados autos de infração no Amazonas.

As irregularidades trabalhistas detectadas no estado neste mês, de acordo com a Classificação Nacional das Atividades Econômicas (CNAE), são distribuídas nas seguintes áreas:
  • Atividades administrativas e serviços complementares: 25 casos
  • Comércio; Reparação de veículos automotores e motocicletas: 19 casos
  • Transporte, armazenagem e correio: 12 casos
  • Agricultura, pecuária, produção florestal, pesca e aquicultura: 9 casos
  • Saúde humana e serviços sociais: 8 casos
  • Indústria de transformação: 8 casos
  • Informação e comunicação: 4 casos
  • Educação: 4 casos
  • Construção: 4 casos
  • Atividades profissionais, científicas e técnicas: 4 casos

Na parcial do mês de novembro, a maior parte das irregularidades encontradas pelos auditores-fiscais do Ministério do Trabalho é de FGTS, que concentram 48,35%. Em seguida aparece FGTS Contribuição Social com 16,48%.

No Amazonas, de janeiro a outubro deste ano, o Ministério do Trabalho recuperou mais R$ 34 milhões para o FGTS. O capital foi recuperado por meio de autuações realizadas pela Secretaria de Inspeção do Trabalho. O valor é correspondente ao pagamento que empresas não estavam depositando nas cotas dos funcionários.

Deixe uma mensagem