A Prefeitura de Itacoatiara, Região Metropolitana de Manaus, decretou o uso obrigatório de máscara para toda a população que precisar sair de casa. Quem descumprir pode ser multado em R$ 300. O novo decreto que começou valer a partir desta quinta-feira (30) tem validade de 15 dias. A cidade tem 116 casos confirmados da Covid-19 e é a quinta no índice de pessoas infectadas entre os municípios do estado.

O decreto, suspendeu, ainda todos os eventos públicos e particulares, missas e cultos evangélicos.

Fica proibido, também, o transporte fluvial de passageiros pelo rio Amazonas e transporte terrestre pela rodovia AM-10. Quem desobedecer a lei e for pego transportando passageiros, pode pagar multa de R$ 500. As restrições têm como objetivo evitar o aumento do número de vítimas do coronavírus em Itacoatiara.

De acordo com o governo, o município tem 116 casos confirmados e dez pacientes mortes pela doença.

Pelo terceiro dia consecutivo, o Amazonas registrou mais de 400 novos casos confirmados do novo coronavírus, nesta quinta-feira (30). Agora, o estado contabiliza 5.254 infectados, conforme boletim epidemiológico divulgado pela Fundação de Vigilância em Saúde (FVS-AM). Nesta quinta-feira, foram registrados mais 453 casos, enquanto quarta-feira (29) foram 464 novos diagnósticos e na terça-feira (28), 409 novos casos. A pandemia de Covid-19 deixa o Amazonas em um dos piores cenários do país, com colapso no sistema público de saúde e, também, no sistema funerário.

No Amazonas, segundo a Secretaria de Saúde, a taxa de ocupação de leitos de UTI estava em 94% até às 13h desta terça (24). O boletim da FVS, divulgado nesta quinta, aponta que entre os casos confirmados de Covid-19 no Amazonas, há 268 pacientes internados, sendo 133 em leitos clínicos (51 na rede privada e 82 na rede pública) e 135 em UTI (57 na rede privada e 78 na rede pública).

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui